Palestras Workshops Cuppings

Que tal pensar diferente? Inovar seu processo? Expor suas ideias? É pensando nisso que o #INTERTORRA4 foi criado e convida profissionais com ideias e experiências e experimentos disruptivos para palestrar no durante as atividades do evento.

SENSORIAL

República do Jardim

Quinta-feira, 8 de setembro⋅10:30 até 11:30 am

  • Toastcom creme de ricota, tomate-cereja e microverdes
  • Quadradinho de foccaccia de gorgonzola com Parma
  • Microverdes dadinho de tapioca com mel de lavanda mini mil-folhas

PALESTRA

A Rotulagem a favor do seu negócio

Quinta-feira, 8 de setembro⋅2:00 até 2:40 pm

Seus cafés merecem cuidado e atenção de ponta a ponta, mas você compreende como uma embalagem pode colaborar ou até mesmo atrapalhar seus negócios?
A barista e nutricionista Andrea Menocci, consultora em Rotulagem de Alimentos e especializada em rotulagem de cafés, apresentará sobre a função e requisitos para as embalagens de cafés, o que seu rótulo deve priorizar e como as novas normas de rotulagem de cafés da ANVISA e do MAPA (Ministério da agricultura e pecuária) impactam seu negócio.

Mercado, qualidade e Perfis para cápsulas: principais pontos para o mercado de monodose

Quinta-feira, 8 de setembro⋅2:45 até 3:25 pm

O Mercado de monodoses é um mercado em expansão: o conhecimento desse processo de industrialização e suas características é importante para quem está interessado em ingressar nesse mercado. A tecnologia das cápsulas, suas diversas composições e tamanhos, interferem no tipo e nas características dos cafés que as devem constituir. Os perfis específicos merecem maiores atenções para garantir as características do café sem que a base de um bom espresso seja perdida. Discutiremos essas questões, trazer essas ideias e saber mais com a palestra:
“Mercado, qualidade e Perfis para cápsulas: principais pontos para o mercado de monodose “

cupping

projeto artisans e nutracêutico

Quinta-feira, 8 de setembro⋅3:30 até 5:00 pm

Segundo Juan Gimenes, Gerente de Marketing e Novos Projetos da Nucoffee, o nome do projeto, Artesãos Nucoffee, remete aos detalhes imprescindíveis que os produtores devem observar durante o processo de fermentação. “A obra de arte é resultado da associação de uma boa tecnologia com muita dedicação, é o café se aproximando dos modelos de produção dos vinhos”, destaca Gimenes.

Nos últimos anos, a pesquisa de Fermentação Controlada conduzida pela Nucoffee em parceria com a Universidade Federal de Lavras (UFLA) avaliou a implantação da tecnologia em fazendas de diferentes regiões produtoras, tendo validado resultados consistentes com excelentes feedbacks de torrefadores de cafés especiais de regiões da Europa, América e Ásia, com alguns lotes comercializados a mais de USD 700/saca.

O processo de fermentação controlada da Nucoffee utiliza microrganismos originados e selecionados nos últimos 20 anos do próprio ambiente do café (microbiota), a fim de influenciar no sabor e no aroma dos grãos, beneficiando o consumidor final com cafés mais gostosos e bem pontuados.

SENSORIAL

AGROOBEE

Quinta-feira, 8 de setembro⋅5:30 até 6:30pm

A AgroBee tem a missão de promover a integração no campo entre produtores rurais e criadores de abelhas, criando uma relação de ganhos mútuos, de promoção de uma agricultura sustentável e de preservação do meio ambiente. Mais de 70% dos cultivos agrícolas dependem em algum nível do processo de polinização realizado pelas abelhas, principais agentes polinizadores da natureza. A AgroBee traz tecnologia e inovação para introduzir um novo manejo eficiente no campo, com técnica e segurança.

ATIVIDADES DE SENSORIAL DE 12 MELES

PALESTRA

Gelma e Raposeiras

Quinta-feira, 8 de setembro⋅6:00 até 6:40pm

Às duas incríveis e maravilhosas Gelma E Isabela, vão falar sobre gestão de negócio.. 

PALESTRA

LIMIAR DE PERCEPÇÃO SENSORIAL DA PRESENÇA DE GRÃOS QUAKERS EM CAFÉ NATURAL ESPECIAL

Quinta-feira, 8 de setembro⋅6:00 até 6:40pm

O consumo mundial de cafés especiais, em 2015, foi superior a oito milhões de sacas de 60 kg, representando um mercado consumidor da ordem de 1,840 bilhões de dólares por ano, o que corresponde a 32,7% da receita total do mercado de cafés. Segundo a Associação Americana de Cafés Especiais (SCAA), uma amostra de café torrado é classificada como especial, quando apresenta, além de outros critérios, ausência de grãos imaturos que não se desenvolvem, durante a torração, denominados Quaker. A maior incidência de Quaker está associada à produção de cafés naturais pela ineficiência das tecnologias atuais disponíveis. Entretanto é frequente encontrar cafés naturais comercializados como especiais, contendo quantidades variáveis de Quaker, levando ao questionamento se o critério adotado pela SCAA é válido. Além disto, não existem evidências científicas que comprovem os impactos desses grãos sobre a qualidade sensorial, bem como qual seria o limiar da sua percepção. Assim, objetivou-se avaliar o limiar de percepção e possíveis impactos do Quaker sobre um café especial a partir de adaptações realizadas no protocolo SCAA. O estudo foi executado, utilizando Café Arábica natural, produzido no Brasil. Para a avaliação da presença e dos impactos do Quaker, foram criadas três categorias de grãos a partir do sistema Agtron de coloração. Para a categoria Agtron 61, foram utilizados de 0 a 30 grãos/xícaras e as categorias Agtron 82 e Agtron 95 foram utilizados de 0 a 16 grãos/xícaras. A avaliação sensorial foi realizada por cinco degustadores com certificação QGrader. Foram realizadas adaptações, na ficha de avaliação sensorial, de forma a promover melhor descrição dos atributos e características daquela bebida. Com base nos resultados, observou-se que as Agtron 82 e 95 têm influência significativa sobre a qualidade do café natural especial, proporcionando, de forma acentuada, sabor de café imaturo. A percepção dos efeitos prejudiciais torna-se evidente a partir de 7 grãos, impactando, diretamente, na nota global, doçura, adstringência e finalização.

cupping

Mesa de inúmeros RObustas

Sexta-feira, 9 de setembro⋅8:00 até 10:20 am

 
 

PALESTRA

Defeitos de torra

Sábado, 10 de setembro

O foco do #intertorra4 é troca de conhecimentos entre os participantes, veja como funciona os blocos de torra e o cupping para pedir os resultados

Bloco de Torras

segundo dia, MUITAS torraS! SERÃO 12 máquinas DE TORRAS DE 3 INDÚSTRIAS DIFERENTES, 3 cafezões e muitas pessoas incríveis para essa troca de experiÊncia.

cuppings

TERCEIRO DIA, PARTIU PROVAr! Calibração, anÁLISES e classificaÇÃO Das torras efetuadas durante o evento.